0800 011 1000
Teste auditivo online
Descubra em 3 minutos como anda a sua audição! Com o teste auditivo online você pode ter um apanhado sobre como está a sua saúde auditiva

Uma boa audição permite que você se comunique, se localize dentro do ambiente e perceba de onde vem o som (lado direito, esquerdo, atrás ou frente). Para que uma conversa seja possível é necessário que você escute e entenda as palavras. No trânsito, por exemplo, não localizar um som pode ser uma questão de vida ou morte. Quantas vezes você ouviu um carro antes de vê-lo? Para saber a quê distância um carro está e a direção em que está vindo você precisa de dois ouvidos que funcionem perfeitamente. Aqui você irá encontrar respostas às perguntas mais comuns.

O que é a deficiência auditiva?

A surdez (também conhecida como deficiência auditiva) é uma das deficiências mais comuns de serem encontradas na atualidade. Ela pode acontecer de forma parcial ou até mesmo definitiva, incapacitando a pessoa das funções auditivas – socialização e localização sonora, entre outras –  de forma permanente, consequentemente prejudicando o seu dia-a-dia.

Essa complicação se dá, basicamente, de dois modos: de forma genética, quando o bebê já nasce com o problema; ou durante a vida, com a perda da função auditiva por conta de algum fator externo.

Conhecer mais sobre o assunto é fundamental, principalmente para quem está identificando a dificuldade auditiva em algum familiar, ou está percebendo em si as dificuldades de comunicação. Abaixo você encontrará tudo o que você precisa saber, inclusive sobre tratamentos. Confira!

deficiência auditiva

Como reconhecer a deficiência auditiva?

Existem alguns sintomas típicos que podem ajudar a reconhecer uma deficiência auditiva. De um momento para o outro, ocorre uma dificuldade auditiva ou uma percepção sonora "incorreta“. Você ouvirá o ambiente que o rodeia em um ouvido ou ambos de forma mais silenciosa. As vozes e a música subitamente soam diferentes ou estranhas. Todos os sons parecem estar embrulhados em algodão. Poderá também passar a ouvir sons duplos subitamente.
Passa a não ser possível determinar de forma clara a direção da qual vem o som. As pessoas que sofrem de deficiência auditiva também descrevem muitas vezes uma sensação de "formigueiro" ao redor do pavilhão auricular ou uma pressão no ouvido. Ocasionalmente, existem também ruídos no ouvido, como o zumbido . Em casos raros, ocorre igualmente, além da deficiência auditiva, episódios de tonturas.
 

Como ocorre a deficiência auditiva?

A surdez, ou perda auditiva, pode ser causada pela disfunção em locais diferentes no ouvido, e assim, elas são classificadas em perda auditiva condutiva ou neurossensorial ou mista. Abaixo explicamos cada uma delas.

Surdez de condução

Nesse caso, o problema está em algum fator que causa o bloqueio da passagem de som para o ouvido interno, ou seja, pode ser por excesso de cera acumulada no ouvido, rompimento de tímpano, infecções ou tumores de menor gravidade.

Surdez neurossensorial

Mais comum, a neurossensorial é quando o ouvido interno é diretamente prejudicado, sem que seja por problemas no externo ou médio. Nesse caso, o som não é transmitido ao cérebro. Isso acontece devido à degeneração das células auditivas.

As causas são exposição a níveis altos de som, doenças como pressão alta, diabetes, doenças genéticas ou surgimento de tumores.

Surdez Mista

Nesse caso, há a combinação entre a surdez congênita e a neurossensorial, ou seja, há disfunção tanto no ouvido externo quanto no ouvido interno

O que fazer em caso de deficiência auditiva?

O tratamento, na maioria dos casos é simples, precisando apenas de uma limpeza mais profunda para a retirada de cera, ou algum tipo de secreção no ouvido. Com uma perda auditiva diagnosticada, o uso dos aparelhos auditivos se tornam uma solução. Em outros casos, pode ser necessária a correção de algum problema ou deformidade por meio de cirurgia.

Os aparelhos auditivos têm grande importância para auxiliar na recuperação das funções auditivas. Eles podem ser indicados e usados para todos os tipos e graus de perdas auditivas.

É importante saber as causas da surdez para entender como tratar os problemas. Esses fatores são amplos e variam muito, portanto, se faz fundamental o conhecimento e acompanhamento de profissional habilitado.

Dispomos de toda a informação de que necessita sobre as várias opções de tratamento que existem e quando deve procurar um médico.

Esperar ou agir?

Embora a deficiência auditiva não seja considerada uma emergência do ponto de vista médico, é aconselhável ser proativo. Se apresentar algum dos sintomas aqui descritos, consulte o seu otorrinolaringologista. Em cerca de 50% dos casos, a capacidade auditiva normal retorna dentro de 24 a 48 horas. No entanto, é possível considerar que, quanto menor for a intensidade e a ocorrência da deficiência auditiva, mais promissor será o tratamento.

De que forma uma deficiência auditiva é analisada pelo otorrinolaringologista?

O diagnóstico segue o princípio da exclusão: Antes do diagnóstico, são excluídas todas as outras possíveis doenças do ouvido. O médico geralmente inicia o exame questionando o paciente. Quando ocorreu a deficiência auditiva? Quais são os sintomas? Esteve exposto a barulho? Existe um historial clínico (por ex., diabetes)? Que medicamentos foram administrados? O paciente sofre de estresse?
Depois disso, o ouvido é examinado através de um exame de ouvido visual (otoscopia), de forma a garantir que a deficiência auditiva não ocorre devido a um canal auditivo obstruído ou a um tímpano danificado. Todos os outros métodos ficam ao critério do médico. Podem ser realizados vários testes auditivos, o senso de equilíbrio pode ser testado e a pressão arterial pode ser medida. Todos os exames são geralmente indolores.

É possível prevenir a deficiência auditiva?

Com base no pressuposto de que a doença é causada por uma perturbação da circulação sanguínea, aplicam-se as mesmas regras que se aplicariam na prevenção de um ataque cardíaco. Deve ser mantido um estilo de vida saudável. Isto significa evitar o estresse, ingerir alimentos saudáveis​e praticar suficiente exercício físico, pois níveis altos de lipídios no sangue afetam negativamente o fluxo de sangue. A nicotina afeta igualmente de forma negativa os vasos sanguíneos, pelo que é aconselhável deixar de fumar.
Além disso, o barulho extremo deve ser, de igual forma, evitado. Em caso de perturbação sonora permanente, por exemplo, durante um concerto ou uma ida à boate, deve utilizar proteção auditiva adequada. Em caso de poluição sonora persistente, por ex., devido à natureza do trabalho, é aconselhável criar uma proteção auditiva individual, para melhor proteger o ouvido.

Outros assuntos

O que é a deficiência auditiva?
Como faço um teste auditivo?
Essa aplicação usa cookies. Para saber mais sobre o uso dos ‘cookies’, consulte nossa Política de Cookies e de Privacidade dos Dados. Para informações gerais sobre cookies e o que é, visite www.allaboutcookies.org.