0800 011 1000
Teste auditivo online
Descubra em 3 minutos como anda a sua audição! Com o teste auditivo online você pode ter um apanhado sobre como está a sua saúde auditiva

Você quer aprimorar a sua capacidade auditiva e está buscando um aparelho auditivo indicado para sua perda? Então, está no local certo. Resumimos para você os tipos mais importantes de aparelhos auditivos e as suas vantagens. Além disso, continuamos de portas abertas para lhe oferecer a melhor solução em nossos pontos de atendimento.

Que tipos de aparelhos auditivos existem?

Os aparelhos auditivos estão disponíveis em uma gama de modelos, cada qual indicado para um tipo de perda auditiva. Esta diversidade garante que a solução auditiva possa ser adaptada aos seus desejos e estilo e que nada o impeça de ouvir os sons da vida!

Abaixo poderá encontrar um breve resumo dos diferenciais de cada tipo de aparelho auditivo..
Tipos de aparelhos auditivos

Qual é a diferença entre os aparelhos auditivos digitais e os analógicos?

De forma geral, é possível fazer uma distinção entre aparelhos auditivos analógicos e digitais. os aparelhos auditivos comercializados atualmente são digitais. A única diferença entre os dispositivos analógicos e digitais encontra-se no processamento de sinais.

Os aparelhos auditivos analógicos captam sinais do ambiente em redor. Estes são reproduzidos de forma amplificada pelos alto-falantes. Não é possível filtrar ou reduzir os ruídos.
Os aparelhos auditivos digitais convertem o som em informação eletrônica. Apenas os sinais essenciais são amplificados e transmitidos. Os ruídos de fundo mais altos são reduzidos. Desta forma, poderá ouvir melhor mesmo em ambientes ruidosos. O dispositivo pode ser adaptado a cada necessidade individual e é menor do que os modelos analógicos. Além disso, os aparelhos auditivos digitais garantem uma melhor qualidade sonora, assim como uma compreensão clara da fala. Isto facilitará a sua audição.

Qual é a diferença entre a adaptação aberta e fechada?

Os modelos dos aparelhos auditivos distinguem-se também para uma adaptação (utilização) fechada e aberta. Adaptação aberta significa que as ondas sonoras podem continuar a acessar o tímpano naturalmente. A adaptação aberta pode ser realizada com aparelhos BTE. Neste caso, o tubo auditivo e o auricular e fixado no canal auditivo externo. Como os sons audíveis não são duplamente amplificados, é possível obter uma audição natural. Além disso, a utilização aberta permite uma melhor ventilação do canal auditivo. 
 
Na adaptação fechada, o canal auditivo externo fica praticamente fechado por um molde auricular ou um dispositivo intra-auricular. Isto não significa que o ouvido não seja ventilado. Através da personalização individual do molde auricular, com a possibilidade de ser realizada uma ventilação customizada, é possível obter o melhor encaixe no ouvido e garantir uma transmissão mais direta. Como resultado, todo o espectro de desempenho do aparelho auditivo pode ser utilizado da melhor forma. A adaptação fechada é também mais flexível e pode ser aplicada em diferentes tipos de problemas auditivos.

O que são os aparelhos auditivos retroauriculares (BTE)?

Estes aparelhos auditivos são utilizados atrás da orelha, ligeiramente acima do pavilhão auricular. Os seus componentes , assim como o alto-falante, estão colocados no seu invólucro (caixa). O som é direcionado para um molde auricular através de uma peça em forma de cotovelo e/ou um pequeno tubo de plástico. Este molde é encaixado no canal auditivo externo. O mesmo assegura que o aparelho auditivo permaneça na mesma posição e transmita as ondas sonoras ao tímpano.

Opções de aparelhos BTE

Os aparelhos auditivos atuais são pequenos e discretos. As caixas (invólucros) estão disponíveis em diferentes cores - seja qual for o seu gosto, ou estilo de vida! Aos Atletas, modelos resistentes a água, suor ou a poeira. Não deixe de escutar os sons da vida!

Vantagens dos aparelhos BTE

  • Espaço para baterias maiores e mais potentes;
  • Botões maiores e mais fáceis de utilizar para a seleção de programas;
  • Adaptação aberta;
  • Conectividade com outras mídias.

Constituição de um aparelho BTE

Todos os aparelhos auditivos são constituídos pelos mesmos componentes principais. Utilizando como exemplo os aparelhos auditivos retroauriculares, as suas funcionalidades incluem:
  • Microfone – capta o som e o converte em sinais elétricos;
  • Amplificador – aumenta a intensidade dos sinais do microfone e filtra os sons irrelevantes;
  • "Alto-falante" – converte os sinais elétricos em sinais acústicos;
  • Processador de fala – ajusta os sinais às necessidades individuais de audição do usuário;
  • Controle do volume – utilizado para ajustar o volume;
  • Gancho – peça conectora entre o aparelho auditivo e o tubo auditivo;
  • Entrada de áudio – utilizada para a captação de sinal através de outros dispositivos externos;
  • Bateria ou bateria recarregável para o fornecimento de energia – embora as baterias possam ser substituídas várias vezes, as baterias recarregáveis permitem ouvir durante um período de 24 horas com apenas uma única carga.
A conexão do aparelho auditivo ao ouvido é realizada através do tubo auditivo, que termina em um gancho auricular ou um molde/concha auricular (otoplastia). Uma variação do aparelho BTE clássico é o modelo RITE (RIC = Receiver In Canal), no qual o alto-falante se encontra no ouvido e envia o som diretamente para o tímpano.

Outros modelos de aparelhos BTE

Modelos RITE (RIC = Receiver In Canal)
São aparelhos BTE menores (modelos retroauriculares) estão equipados com receptores externos e a maioria oferece também funcionalidades sem fio.

Modelos microretroauriculares (modelos micro BTE)
Estes aparelhos auditivos são menores do que os BTE convencionais e os RITE e estão disponíveis para perdas leves a severas. São confortáveis para utilização atrás da orelha e estão disponíveis em diferentes cores, formas e estilos.

O que são aparelhos auditivos intra-auriculares (ITE)?

Estes aparelhos auditivos se encaixam perfeitamente no ouvido, são personalizados de acordo com a anatomia de seu ouvido. As suas diferenças são:
  • Aparelhos para o pavilhão auricular (aparelhos em concha);
  • Aparelhos para o canal auditivo, (são posicionados mais ao fundo do canal auditivo);
  • Modelos que desaparecem completamente no ouvido: aparelhos CIC (Completely-in-the-Canal ou Completamente no Canal).

Constituição de um aparelho intra-auricular

Todos os seus componentes se encontram em uma pequena concha (caixa). Alguns aparelhos têm um pequeno tubo/fio plástico em forma de antena para a sua extração. Os aparelhos auditivos intra-auriculares estão incluídos na adaptação fechada. O controle de volume e a seleção de programas podem ser realizados através de um controle remoto - muitas vezes podem estar no aparelho também. Muitos modelos podem se conectar sem fios a dispositivos eletrônicos, como celulares ou televisões.

Vantagens de um aparelho intra-auricular

  • Muito discreto (especialmente os dispositivos CIC);
  • Mais confortável durante a prática de esportes ;
  • Os dispositivos CIC utilizam as características do pavilhão auricular, permitindo, assim, um som natural.

Desvantagens de um aparelho intra-auricular

  • Adequado apenas para deficiência auditiva leve à moderadamente severa;
  • A sua utilização depende do tamanho do canal auditivo;
  • Substituição frequente da bateria;

Os aparelhos auditivos intra-auriculares estão divididos nos seguintes subtipos:

Intra-auricular (ITE = In The Ear)
O molde desta solução auditiva preenche completamente o pavilhão auricular (concha). As vantagens deste design incluem uma maior duração da bateria e uma maior facilidade de utilização.

No canal auditivo (ITC = In The Canal)
Um modelo para o canal auditivo - pequeno e discreto. O pavilhão auricular permanece livre, uma vez que o invólucro deste aparelho auditivo é colocado no canal auditivo e termina com a sua saída.

Completamente no canal auditivo (CIC = Complete In Canal)
O menor modelo intra-auricular oferece uma discrição perfeita, pois é praticamente invisível para aqueles que olham. Estes dispositivos geralmente têm uma haste de nylon que serve para os retirar do canal auditivo.

Que outros modelos se encontram disponíveis?

Se os aparelhos auditivos usuais não atenderem às necessidades individuais, existem ainda algumas alternativas:
Aparelhos auditivos implantados no ouvido médio
Os chamados implantes ativos do ouvido médio fazem com que os ossículos do ouvido médio vibrem.
Implantes cocleares
Os aparelhos auditivos implantados, tais como os aparelhos auditivos convencionais, utilizam as células auditivas remanescentes. Os implantes cocleares conectam as células sensoriais ausentes na cóclea e estimulam diretamente o nervo auditivo.
Implantes de tronco cerebral
Se o nervo auditivo estiver danificado, poderá ser inserido um implante no cérebro. Este permitirá que os estímulos sonoros sejam audíveis. A técnica é semelhante ao implante coclear. No entanto, o elétrodo é levado até ao tronco cerebral.
Noiser para zumbido
Os sons de sobreposição são transmitidos ao ouvido e encobrem o zumbido.
Lyric
Este aparelho auditivo é colocado diretamente no canal auditivo e é aí que detecta o som. É completamente invisível exteriormente e pode ser utilizado durante vários meses seguidos.
Não tem a certeza se necessita de um aparelho auditivo? Encontre aqui mais informações sobre o assunto. Descubra as vantagens que os diferentes fabricantes de aparelhos auditivos têm a oferecer. Se necessitar de ajuda na escolha do modelo certo, acesse as nossas dicas sobre como comprar um aparelho auditivo ou visite a loja mais próxima para uma consulta grátis.

Outros assuntos

Aparelhos auditivos – as marcas
O que posso esperar de um aparelho auditivo?
Essa aplicação usa cookies. Para saber mais sobre o uso dos ‘cookies’, consulte nossa Política de Cookies e de Privacidade dos Dados. Para informações gerais sobre cookies e o que é, visite www.allaboutcookies.org.